EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Adolescência

 

"Adolescência é janela

que se abre em ventania."

Sylvia Orthof, em Adolescente poesia - Rio de Janeiro: Rovelle, 2010, p.7

 

Adolescente

Toda criatura que tem fogos de artifício dentro dela.

Adriana Falcão, em Pequeno dicionário de palavras ao vento - São Paulo: Richmond, 2013.

 

O adolescente 

Mário Quintana 

A vida é tão bela que chega a dar medo. 

Não o medo que paralisa e gela,
estátua súbita.
mas 

esse medo fascinante e fremente de curiosidades que faz
o jovem felino seguir para frente farejando o vento
ao sair, a primeira vez, da gruta. 

Medo que ofusca: luz! 

Cumplicemente,
as folhas contam-te um segredo
velho como o mundo: 

Adolescente, olha! A vida é nova...
A vida é nova e anda nua
- vestida apenas com teu desejo! 

Extraído do livro Nariz de vidro/ Mário Quintana -  São Paulo: Editora Moderna, 2003, p. 8

 

Perguntas

Carlos Queiroz Telles

 

Espelho,

espelho meu,

dizei-me se há alguém

mais atrapalhada,

 mais confusa, 

 mais entusiasmada,

mais preguiçosa,

mais esquisita,

mais animada,

mais perdida,

mais alegre

e mais apaixonada

do que eu?

 

Extraído do livro Sonhos, grilos e paixões, Carlos Queiroz Telles - São Paulo: Moderna, 2003, p.13.

 

Tentação

Carlos Queiroz Telles

Tudo o que está

do lado de lá.

Tudo o que está

atrás de um não.

Tudo o que está

com cara de errado.

Tudo o que está

com ar de pecado.

Tudo o que está

na lista da lei.

Tudo o que está

na bronca do pai.

Tudo o que está

na cisma da mãe.

Tudo o que está

guardado em segredo,

trancado a chave

no fundo da mala

escondido da gente

no pó do porão

tudo isso tem cara

de ser muito bom.

 Extraído do livro Sonhos, grilos e paixões, Carlos Queiroz Telles - São Paulo: Moderna, 2003, pp. 36- 37.

 

Dúvidas

Carlos Queiroz Telles

 

Às vezes

eu sinto que ela quer.

Outras vezes

eu acho que não.

 

Ah, como grita

o meu peito...

Cala a boca,

coração!

 

Ela não pode

desconfiar que

este vai ser

o meu primeiro...

 

Sufoco de vergonha

e de falta de jeito.

E agora, meu Deus?

O que é que eu faço

com as mãos?

 

 Às vezes

eu sinto que ela quer.

Outras vezes

eu acho que não.

 

Beijo ou não beijo...

eis a questão.

Extraído do livro Sonhos, grilos e paixões, Carlos Queiroz Telles - São Paulo: Moderna, 2003, pp. 44-45.

 

 Declaração

Carlos Queiroz Telles

 

É hoje...

Tem que ser hoje!

Eu não aguento mais...

Seja o que Deus quiser!...

Vai do jeito que for...É agora!

É já!

 

(suspiro fundo)

 

- Eu te amo!

 Extraído do livro Sonhos, grilos e paixões/ Carlos Queiroz Telles – São Paulo: Moderna, 2003, p.42.

 

 Truques e Táticas

Carlos Queiroz Telles

Meu último amor eterno

acabou antes de ontem.

Que sofrimento do cão!
Depois de tanta paquera,
beijo e abraço,
carinho e amasso,
carta e até presente...
ele me joga na cara
que não há mais nada
entre a gente,
que está tudo acabado
e já não gosta de mim!

Mas isso não fica assim!
Eu vou partir para a luta,
eu vou virar uma fera,
eu vou deixar ele louco,
arrependido, arrasado,
doido, babando, pirado,
implorando o meu perdão!

Esse ingrato ainda vai ver
quanto dói uma traição!
E se houver outra no meio,
que se cuide desde já
e prepare o coração!
o bem-bom que agora é dela
logo, logo, não demora,
vai virar recordação...

Eu juro, rejuro e trijuro
que vou buscar esse moço
na raiva, no charme ou no laço
e depois que ele estiver
pendurado em meu pescoço
... o que será que eu faço?

Bem... isso eu resolvo depois.

Extraído do livro Sonhos, grilos e paixões, Carlos Queiroz Telles - São Paulo: Moderna, 2003, p. 46.

 

voltar ao topo

left fsN normalcase center tsN fwB show|left fwR tsN hide|left fwR tsN center hide|bnull|||login news c05|fsN normalcase c05 tsN fwB bsd b10|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase bsd b10|normalcase fwR c05|content-inner||